Três equipes são selecionadas para redesenhar as latas de lixo de Nova Iorque


Cortesia de New York City Department of Sanitation

Cortesia de New York City Department of Sanitation

O Departamento de Saneamento, o Instituto Van Alen e a Sociedade de Designers Industriais da América / Instituto Americano de Arquitetos de Nova Iorque anunciaram os três finalistas em sua BetterBin competition. O concurso ofereceu aos projetistas uma oportunidade de repensar a icônica cesta de lixo verde da cidade de Nova Iorque. As três equipes finalistas de projeto são o Group Project (Colin P. Kelly), a IONDESIGN GmbH Berlin e a Smart Design. Cada equipe agora produzirá 12 protótipos em tamanho real que serão testados nos bairros da cidade no verão de 2019.


Cortesia de BetterBin Competition

Cortesia de BetterBin Competition

A cidade de Nova Iorque abriga mais de 23.000 cestas de lixo e reciclagem. O design mais difundido – a cesta verde de malha de arame – data da década de 1930. Enquanto icônico para as ruas de Nova Iorque, a cesta de arame está precisando de um redesenho para atender às necessidades atuais e futuras de resíduos da cidade. O concurso BetterBin ofereceu aos designers de todo o mundo a chance de imaginar uma nova cesta de lixo com um design sustentável, ambientalmente consciente e ergonômico, que poderia melhorar a qualidade de vida dos nova-iorquinos e a experiência de serviço para trabalhadores de saneamento.

“Enquanto os moradores e visitantes podem estar familiarizados com a icônica cesta de lixo da cidade, não faltam novas idéias para modernizá-la e reinventá-la para o futuro. Ficamos emocionados ao receber quase 200 inscrições de todo o mundo ”, disse a Secretária de Saneamento Kathryn Garcia. “A equipe BetterBin está animada em anunciar os finalistas para a competição e estamos ansiosos para testar os protótipos em 2019.”

Cada finalista receberá US $ 40.000, que incluem um prêmio e um financiamento para produzir cestas de protótipos em grande escala para testes nas ruas de Nova Iorque. Os testes de protótipos serão implantados no verão de 2019 e serão acompanhados por uma pesquisa de opinião pública. Após o período de testes, o painel de jurados selecionará um vencedor de primeiro lugar com base no desempenho do protótipo, na resposta do público e no feedback dos trabalhadores do Departamento de Saneamento. O vencedor será elegível para ser contratado pela cidade para o desenvolvimento de design adicional para garantir a capacidade de produzir em massa a cesta a um custo razoável, bem como refinar questões técnicas.

Notícia via Van Alen Institute

Powered by WPeMatico

Complexo Cultural da Vila Sanhe / Wall Architects of XAUAT


Textura, volume e profundidade Imagem © TrimontImage - Dong Wang

Textura, volume e profundidade Imagem © TrimontImage – Dong Wang
  • Arquitetos: Wall Architects of XAUAT
  • Localização: Sanhe, Fuping, Shanxi, China
  • Arquitetos Responsáveis: Rui Wu, Shaochong Li, Maozhen Wang
  • Equipe: Chuang Liu,Xuan Li, Wanjing Zhao, Jinlong Hong
  • Área: 790 m²
  • Ano Do Projeto: 2018
  • Fotografias: TrimontImage – Dong Wang
  • Engenharia Estrutural : Xinge Wang
  • Instalações : Rui Hu, Xue Cheng
  • Consultoria De Projeto: Xiaojun Shi, Xinghui Li
  • Consultoria Técnica: Li Gao
  • Cliente : Sanhe village committee

Vista exterior noturna Imagem © TrimontImage - Dong Wang

Vista exterior noturna Imagem © TrimontImage – Dong Wang

Descrição enviada pela equipe de projeto. O projeto está localizado em Sanhe, um vilarejo em Fuping, na China. Este histórico vilarejo é rico em recursos e é um típico representante das vilas Guan Zhong, contendo, portanto, características espirituais remanescentes das tradicionais casas do povo Shaanxi. Com a busca pela espiritualidade e o patrimônio cultural se tornando dois temas de grande importância, o vilarejo carrega uma grande responsabilidade local.


© TrimontImage - Dong Wang

© TrimontImage – Dong Wang

Pátio de entrada da felicidade Imagem © TrimontImage - Dong Wang

Pátio de entrada da felicidade Imagem © TrimontImage – Dong Wang

Este projeto tem como um dos objetivos reviver a conexão espiritual e cultural com a arquitetura rural, satisfazendo as demandas fundamentais dos residentes da área, e ao mesmo tempo, melhorar a qualidade das construções públicas na região. 


Fluidez no espaço interno Imagem © TrimontImage - Dong Wang

Fluidez no espaço interno Imagem © TrimontImage – Dong Wang

Croqui

Croqui

Fluidez no espaço interno Imagem © TrimontImage - Dong Wang

Fluidez no espaço interno Imagem © TrimontImage – Dong Wang

Da perspectiva dos serviços públicos, este projeto se tornou um verdadeiro “complexo de atividades”, incluindo uma residência para os idosos, um centro de saúde, um espaço para conhecer a história do vilarejo, uma estação informativa sobre a vila, um museu da produção rural industrial local, um centro cultural, salas de leitura e estudo, um espaço espiritual, um palco para apresentações e um estádio esportivo. Todas essas atividades têm como objetivo melhorar o estilo de vida rural e satisfazer às necessidades espirituais e culturais da região. 


Museu das tradições rurais locais  Imagem © TrimontImage - Dong Wang

Museu das tradições rurais locais Imagem © TrimontImage – Dong Wang

Da perspectiva do projeto, a ideia foi explicar todas as possibilidades da arquitetura local da maneira mais pura possível. Dessa forma, o projeto tem três aspectos importantes: primeiramente, o reaproveitamento do meio ambiente local; em seguida a redefinição dos espaços tradicionais e do modo de vida moderno; e finalmente, o uso e demonstração dos materiais locais na arquitetura contemporânea. 


Passarela, pátio e volume Imagem © TrimontImage - Dong Wang

Passarela, pátio e volume Imagem © TrimontImage – Dong Wang

Degraus, crianças e luz Imagem © TrimontImage - Dong Wang

Degraus, crianças e luz Imagem © TrimontImage – Dong Wang

<

p class=”wpematico_credit”>Powered by WPeMatico

Kleinewelt propõe bloco habitacional de uso misto em Moscou


Allegoria Mosca. Imagem Cortesia de Kleinewelt Architekten

Allegoria Mosca. Imagem Cortesia de Kleinewelt Architekten

O escritório russo Kleinewelt Architekten projetou um bloco de habitação de uso misto para Moscou, composto por uma fachada em relevo de pedra esculpida. Inspirado em gabinetes russos históricos e palácios italianos, o projeto combina um edifício residencial com espaços culturais e funções de assistência social. Chamado de Allegoria Mosca, o desenho baseia-se na história do local e possui um espaço de arte ao ar livre, salas de conferências e palestras, além de um salão de exposições flexível.


Allegoria Mosca. Imagem Cortesia de Kleinewelt Architekten

Allegoria Mosca. Imagem Cortesia de Kleinewelt Architekten

Localizado no centro histórico de Moscou, o Allegoria Mosca está situado no cruzamento da Prechistenka, Ostozhenka e do Portão Prechistensky. No passado, as duas ruas eram ravinas que emolduravam o córrego Chertorii que, por sua vez, fluía para o rio Moscou. Uma característica da área são os espaços abertos com extensos jardins e estruturas em pedra nas profundezas dos pátios. Destoando desta organização, o novo prédio de apartamentos e espaço do museu será construído com materiais naturais não refinados, como metal.


Allegoria Mosca. Imagem Cortesia de Kleinewelt Architekten

Allegoria Mosca. Imagem Cortesia de Kleinewelt Architekten

Allegoria Mosca. Imagem Cortesia de Kleinewelt Architekten

Allegoria Mosca. Imagem Cortesia de Kleinewelt Architekten

O projeto também incluirá um centro para o estudo e desenvolvimento futuro de Moscou, juntamente com uma variedade de tipos e configurações de apartamentos. O espaço entre os Gabinetes Branco, Vermelho e o novo Palazzo é uma piazzetta – uma pequena praça para a cidade. Essas áreas, comuns nas cidades italianas, eram anteriormente características da antiga Moscou, mas depois foram perdidas. O projeto retoma o formato perdido da pequena área, a piazzetta, permitindo que o pátio entre os volumes e os edifícios se adapte a diferentes programas e eventos.

Powered by WPeMatico

Facebook confira nossa página !Acesso Imediato!