O que fazer com problemas de encanamento?

O que fazer com problemas de encanamento?

O reparo de encanamentos embutidos em paredes drywall é simples, rápido e com pouca sujeira. Um profissional especializado realizará esse conserto em apenas um dia e a recomposição do acabamento levará mais dois dias em média.
Veja como é o procedimento nesse caso:
1) localizado o vazamento, o profissional retira os azulejos da área afetada e faz uma pequena abertura na parede com um serrote de ponta;
2) o encanamento é consertado;
3) a abertura é fechada com o mesmo pedaço de chapa recortado ou com um retalho de chapa nova;
4) as juntas são recobertas com massa especial para esse fim;
5) depois de seca, a área pode receber diretamente a aplicação de massa para fixação de azulejos;
6) são colocados os azulejos e preenchidos os rejuntes.

Pronto!

As instalações hidráulicas para água fria ou quente em sistemas drywall podem ser executadas com tubulação rígida de PVC, cobre ou aço ou ainda com tubulação flexível tipo PEX. Já as instalações sanitárias devem ser executadas preferencialmente com tubulação rígida de PVC. Para facilitar essa tarefa, os perfis de aço galvanizado utilizados na estrutura dos sistemas drywall são produzidos com furação adequada para a passagem de tubos com até 1,5 polegada de diâmetro. Para tubos com diâmetro maior, como os utilizados em saídas de esgoto, recomenda-se utilizar dupla estrutura, com a passagem do tubo entre os perfis verticais (montantes).

Os pontos de saída das instalações podem ser fixados na estrutura da parede, diretamente nos montantes ou por meio de travessas horizontais metálicas ou de madeira tratada ou ainda diretamente nas chapas de gesso utilizando peças especialmente desenvolvidas para os sistemas drywall. Os fabricantes de perfis e alguns fabricantes de metais sanitários já desenvolveram e produzem peças para diferentes aplicações, inclusive suportes especiais para louça sanitária suspensa (pias, bidês e vasos sanitários).

Três cuidados são fundamentais para a adequada instalação de tubulações em sistemas drywall:

a. utilizar protetores de material sintético nos furos dos montantes, quando estes tiverem furos circulares;

b. utilizar isolamento com material sintético em torno de tubos e conexões de cobre e bronze nos pontos de contato com a estrutura, não permitindo seu contato direto com os perfis de aço galvanizado, para evitar reações galvânicas e consequente corrosão nesses pontos;

c. vedar as frestas entre os pontos de saída das instalações e a chapa de gesso com selante elastomérico (silicone, por exemplo).

Deixe uma resposta